Escova de Limpeza Facial Skinvigorate – Mary Kay

15 agosto 2018
Escova de Limpeza Facial Skinvigorate / Mary Kay / R$ 219,00☆☆☆☆☆ Estava eu aqui pensando de como falar de “cosmético” que, teoricamente, não acabará tão cedo? Mais dá para se ter uma boa ideia do bonito depois de 10 meses de uso, né minha gente? Então vamos abrir uma pequena exceção. Vocês deixam? 😛 Buenas! A primeira coisa que você tem que ter em mente: É um baita investimento porque, como disse, teoricamente é para durar horrores. E no preço já estão o aparelho, a escova, um refil e duas pilhas. Esse último item é o único fator que se tem que trocar quando necessário (obviamente).
O que diz a Mary Kay: A Escova de Limpeza Facial Skinvigorate™ é perfeita para uma limpeza completa, para remover os resíduos de maquiagem, sujeiras e impurezas que ficam na pele e não conseguimos ver. É 85% mais eficaz para remover a maquiagem do que limpar com as mãos*. Tem cerdas supermacias , é leve, fácil de usar, com 400 rotações por minuto e 2 velocidades que massageia suavemente o rosto ao mesmo tempo que limpa, começando a melhorar o aspecto da pele imediatamente. Com o uso contínuo, ajuda a remover as células mortas, proporcionando uma aparência mais uniforme. Pode ser usada com qualquer gel de limpeza, e ajuda a melhorar a absorção dos produtos que serão aplicados depois. Transforme sua experiência de limpar o rosto com Escova de Limpeza Facial Skinvigorate™.
O Produto em Si: Serdas suaves. Fácil aplicação. Deixa o rosto limpo e cuidado. Rentabilidade altíssima. Embalagem: Ele vem dentro de uma caixa de papelão nas cores da marca. Fica a seu gosto colocar fora ou guardá-lo sempre ali para alguma proteção ou para viajar. É boa para levar na bolsa ou mala? Não diz nada que estrague caso leve solta, mais né? Precaução nunca é demais. #atépelovalor 😛 Antes, durante e depois: Quanto a prática: Não! Ele não tira toda a maquiagem. Ele remove aquilo que ficou da limpeza que você fez com os produtos específicos. Entenderam a diferença? Ou seja: Limpa sua pele a fundo. O meu procedimento: Lavo primeiro com um sabonete facial, enxáguo um pouco, com o que sobrou no rosto começo a usar a escova, depois de todo o procedimento enxáguo total e passo o hidratante. Eu decidi intercalar entre limpeza rápida com esse método. Faço isso de 2 a 3 vezes por semana. Como indicado é bom deixar 15 segundos em cada área do rosto fazendo movimentos circulares. Confesso que sempre deixo um pouco mais. 😋 As cerdas são bem macias e a sensação é de estar cuidando com carinho de uma parte sua, saca? E para limpar a escova é só passar um pouco de sabonete com água e limpa na hora e depois secar “naturalmente”. Cheiro: Sem fragrância. Preço: “Nooooossaaaa, Ju! Mais de 200 reais. Que absurdo”. Como comentei anteriormente: Eu comprei pensando como um investimento. Em quase um ano de uso ainda não precisei trocar nada. No final das contas: Resumindo: Pra mim valeu suuuuper a pena. Mais né? Vai de cada um. 🙂
Onde Encontrar: Através das revendedoras da marca ou pela loja virtual.

Fan Page do Blog:

Qualquer dúvida ou sugestão é só escrever nos comentários ou enviar um e-mail para contato@hidratarvicia.com.br

Beijos! 🙂

4 Comentários
Sobre
Ooooiee! Eu sou a Juliana, mais pode me chamar de Ju. :) Nasci e moro em Porto Alegre / RS. Sou Jornalista. Amo escrever. Sou espírita e adoro um hidratante corporal. Vem conferir como é normal ser espírita....ou vice versa. :P

Você pode também gostar

Comente pelo Facebook

Deixe seu comentário

4 Comentários

  • […] vezes diretamente na face e outras usava a escova de limpeza facial da própria marca (Resenha aqui). Dos dois jeitos ia fazendo movimentos circulares, enxaguava e vinha com o hidratante […]

  • […] fazendo movimentos circulares ou com a escova de limpeza facial da Mary Kay (Resenha aqui). Depois vinha com água para o […]

  • […] com a água limpando tudo. Em outros utilizava com aparelho da Mary Kay que já fiz resenha por aqui. De ambas as formas, o produto foi bastante […]

  • […] mãos e ia massageando na pele. Em outros colocava o “limpador” da Mary Kay (Resenha aqui) e fazia o mesmo […]