Hidratando a Alma: Chico Xavier – O Filme

03 agosto 2019

Oooieeeee!

Bora hidratarmos a alma nesse sabadão!? Booooraaa!

O filme espírita de hoje é uma indicação de uma seguidora no Instagram: Chico Xavier – O Filme, lançado em 2010, dirigido por Daniel Filho, é baseado no livro As Vidas de Chico Xavier escrito por Marcel Souto Maior e conta com as participações de Nelson Xavier, Ana Rosa, Tony Ramos, Christiane Torloni e Giovanna Antonelli.

(Clique aqui para conhecer o conteúdo exclusivo no Instagram)

SINOPSE:

Desde criança, Chico Xavier (Matheus Costa) ouvia vozes e via pessoas que já tinham falecido. Seus relatos eram sempre desacreditados, sob a justificativa que eram sua imaginação ou obra do demônio. Ao crescer, ele (Angelo Antônio) passa a usar seu dom para psicografar cartas. Logo se torna um ícone em sua cidade natal, despertando a ira do novo padre (Cássio Gabus Mendes) e acusações de ser uma fraude, já que publica livros de pessoas famosas que já tinham morrido. Já envelhecido, Chico (Nélson Xavier) participa do programa de TV “Pinga-Fogo”, onde fala sobre sua trajetória de vida e questões do espiritismo. Através dele conhece Orlando (Tony Ramos), diretor de imagem do programa, que é ateu. Ele e sua esposa Glória (Christiane Torloni) sofrem devido a perda do filho, Tomás, morto quando ele e um amigo brincavam com uma arma encontrada. Agora o casal precisa decidir se irá agir no processo que pode condenar o responsável pela morte de Tomás.

A obra intercala com Chico no programa Pinga Fogo e vai intercalando com a sua vida quando criança, adolescente e adulto.

Mostra os momentos em que o médium conversa com o espírito da mãe, os mal tratos sofridos, a tentativa de o fazerem uma pessoa normal, o bullying por causa de sua mediunidade, a amizade com o padre da cidade, sua inocência em relação as suas questões mediúnicas e o despertar completo da mediunidade.

O filme também traz os fenômenos que aconteceram durante o programa Pinga Fogo. A incredulidade de muitos, o deboche, sucesso e, por fim, a rendição de certo modo.

Misturado a isso, temos a história do diretor do programa e sua mulher que perderam o filho em um incidente com arma de fogo com um amigo. Depois descobrimos tratar daquela famosa história da psicografia do rapaz contando, o que de fato aconteceu, ter sido determinante para o amigo ser solto.

Além desse exemplo famoso, a obra também aborda outros como o momento da turbulência no avião, o aviso de Emmanuel para a escrita de 30 livros iniciais e a importância da disciplina, disciplina, disciplina, seus problemas de visão e o “start” da psicografia.

Um momento interessante é a pequena participação do personagem Divaldo Pereira Franco, ainda menino, empolgadíssimo vendo o médium na televisão.

São duas horas de filme que passam voando. E por mais que já se saiba, é sempre mágico, emocionante e de um aprendizado único revisar a história de Chico. Não é mesmo?

Um exemplo de coragem, renúncia e muuuuuita disciplina.

Catherine, obrigada pelo aviso e pela ótima dica. 😉

Qualquer dúvida ou sugestão é só escrever nos comentários ou enviar um e-mail para contato@hidratarvicia.com.br

Beijos! 😉

(0) Comentários
Sobre
Ooooiee! Eu sou a Juliana, mais pode me chamar de Ju. :) Nasci e moro em Porto Alegre / RS. Sou Jornalista. Amo escrever. Sou espírita e adoro um hidratante corporal. Vem conferir como é normal ser espírita....ou vice versa. :P

Você pode também gostar

Comente pelo Facebook

Deixe seu comentário