Crianças Índigo, Crianças Cristal e o Espiritismo – João Fernandes da Silva Júnior

03 dezembro 2019

Crianças Índigo, Crianças Cristal e o Espiritismo / João Fernandes da Silva Júnior / 45 Páginas / Amazon / ☆☆☆☆☆

Goodreads

Oooieeee!

E daí eu percebi que nunca tinha lido nada sobre crianças índigos e cristais. Como assim, Braaaaseeeel!?

Acabei escolhendo o Crianças Índigo, Crianças Cristal e o Espiritismo do autor João Fernandes da Silva Junior.

Bora conferir todos os detalhes na resenha.

(Clique aqui para conhecer o conteúdo exclusivo no Instagram)

RESUMO:

O tema central desta obra está focado nas chamadas crianças índigo e crianças cristal.
Oportunamente comentamos que não somos expert no assunto, apenas delineamos aqui alguns apontamentos referentes a um conteúdo que consideramos bastante interessante, e que tem sido inclusive, instrumento de mais uma polêmica no meio espírita.
Uns dizem que essas crianças não têm nada a ver com a Doutrina dos Espíritos; ao passo que outros, de mentalidade mais aberta e acessível para as novidades, e que podem ser analisadas criteriosamente à luz do Espiritismo, informam sobre essas crianças especiais.
Diferentes da média geral em termos de evolução intelectual fazem parte de um numeroso grupo de espíritos que têm sido direcionados para nascer aqui neste planeta visando, principalmente, contribuir com o que eles já adquiriram em termos de evolução, para o progresso da Terra.
É a geração nova anunciada por Kardec (2007) e pelos Espíritos Superiores. A própria doutrina que abraçamos nos informa – embora com poucos detalhes – sobre as nuances da coloração de cada espírito, como sendo algo que remete para a faixa evolutiva na qual cada um deles se encontra em um dado momento de sua vida.

O livro possui apenas 45 páginas, o autor não vai muito a fundo nas questões e é indicado para quem realmente deseja começar a entender melhor sobre esse mundo, sendo somente um start inicial para melhor aprofundamento depois.

A obra mostra as diferenças entre crianças índigo e cristal e como e da onde surgiu esses termos. Segundo o autor, essas termonologias começaram nos Estados Unidos sem conotação religiosa, apenas por verem que as crianças atuais são diferenciadas.

Depois o autor trás para a Doutrina Espírita e tendo como base Divaldo Pereira Franco, pois foi ele que começou a discorrer o assunto no meio espírita.

Em meio a narrativa vai dando exemplos de livros sobre crianças índigos e cristais tanto nacionais e internacionais e também narra diversos casos de crianças com habilidades e descobertas que muitos adultos não conseguiram fazer.

O texto é de fácil entendimento e a leitura é acessível a todos. E é possível de ler em apenas um dia pela pouca quantidade de páginas.

Por mais que seja um livro raso, para mim, foi de grande valia. Até então eu era totalmente leiga no assunto e para abrir os olhos foi ótimo. Prático, direto e bem explicado. Agora é ir atrás das obras mais conhecidas e profundas sobre as crianças índigos e cristais. Porque não! Não são a mesma coisa. E sim! Também fiquei chocada com isso. 😛

Onde Achar:

Disponível somente em formato e-book:

(Blog ganha comissão por venda)

Qualquer dúvida ou sugestão é só escrever nos comentários ou enviar um e-mail para contato@hidratarvicia.com.br

Beijos! 😉

(0) Comentários
Sobre
Ooooiee! Eu sou a Juliana, mais pode me chamar de Ju. :) Nasci e moro em Porto Alegre / RS. Sou Jornalista. Amo escrever. Sou espírita e adoro um hidratante corporal. Vem conferir como é normal ser espírita....ou vice versa. :P

Você pode também gostar

Comente pelo Facebook

Deixe seu comentário