Hidratando a Alma: Palestra “A Morte, Vida Após A Vida” – Tatto Savi

18 outubro 2020

Oooieeeee!!! Tudo bom!?

Partiu hidratarmos a alma nesse domingão com a palestra espírita que hoje é com Tatto Savi e o assunto “A Morte, Vida Após A Vida”. O evento ocorreu no dia 4 de Setembro de 2016 e, infelizmente, não encontrei a cidade nem o local da palestra.

(Clique aqui para conhecer o conteúdo exclusivo no Instagram)

Tatto inicia falando sobre a história da sua avó Arlinda e seu medo da morte porque a mesma tinha a visão de total término depois do desencarne.

Fala que, algumas vezes, as pessoas ensinam coisas que não são verdadeiras e discorre sobre as questões do O Livro dos Médiuns sobre verdades, mentiras e dúvidas. Comenta que esses ensinamentos errados, na maioria das situações, surgem com os pais e avós e relembra a sua vó quando a mesma dizia gostar mais dele do que da própria filha.

Diz sobre a morte não ser um problema e sim uma necessidade criada por um Deus superior e que todos precisam passar por isso para aprender algo mesmo não sabendo dos motivos e dá o exemplo de ir a escola sem se saber do futuro profissional.

O palestrante comenta sobre as notas de falecimentos colocadas nos jornais locais, da maioria não sentir nada pelos desencarnados desconhecidos e faz um comparativo de quando se recebe a notícia do falecimento de alguém próximo. Fala sobre aqueles que partem logo após um ser amado e relembra a história da banda Rush que terminou após o baterista perder a filha em um acidente e, logo após, a mulher de câncer.

Depois fala sobre a questão do sofrimento perante a morte e seu nível dependente quem é o desencarnado e sua relação conosco, conta uma história sua de quando foi no velório de dois jovens que morreram em um acidente de carro e as reações diferentes das mães dos mesmos.

Lembra do sofrimento vir da não compreensão de alguma proposta e, a seguir, começa a discorrer sobre algumas “regras” criadas para o não sofrimento e cita trechos e passagens do O Livros dos Espíritos e comentários de Sócrates e Platão sobre aprendizados e os significados de morte.

Por fim, fala do estudo de dois cientistas sobre as células do corpo humano e o o que acontece com as mesmas quando o indivíduo sofre uma injuria, faz um comparativo com a existência humana como um todo, discorre sobre a frase “deixar os mortos enterrar seus mortos” e termina com um texto de Santo Agostinho.

Tatto sempre abordando questões espirituais com muita leveza, sabedoria e bem gente como a gente. Com certeza todos já passaram por alguma situação citada por ele ao longo da palestra. Sensacional!

Qualquer dúvida ou sugestão é só escrever nos comentários ou enviar um e-mail para contato@hidratarvicia.com.br

Beijos! 🙂

(0) Comentários
Sobre
Ooooiee! Eu sou a Juliana, mais pode me chamar de Ju. :) Nasci e moro em Porto Alegre / RS. Sou Jornalista. Amo escrever. Sou espírita e adoro um hidratante corporal. Vem conferir como é normal ser espírita....ou vice versa. :P

Você pode também gostar

Comente pelo Facebook

Deixe seu comentário