Hidratando a Alma: Palestra “Espiritismo É Coisa de Velho?” – Depois do Centro

08 agosto 2021

Oooiieeeeeee!!!

Partiu hidratar a alma nesse domingão com a covidlestra feat. podcast espírita Depois do Centro com o assunto “Espiritismo É Coisa de Velho?”. A live aconteceu no dia 19 de Julho de 2021 com as participações de Carol Oliveira do Meninas Espíritas, Julio Sena do Coaching Espírita e Denis Soares.

(Clique aqui para conhecer o conteúdo exclusivo no Instagram)

O trio começa falando sobre uma das percepções sobre o Espiritismo ser coisa de velho ou não é a questão da música e dão o exemplo do próprio Denis e suas canções.

Após iniciam o assunto dizendo que todo religioso tem um pouco da história do sagrado e, sendo assim, parece ser intocável e a pessoa muita consolidada no meio religioso é um pouco avessa a transformações. Dão o exemplo de Tim e Vanessa e como os mesmos serão vistos daqui alguns anos e também do grupo de rock espírita Cartas de Bordeaux.

Contam histórias sobre as proibições de guitarras e baterias dentro dos Centros Espíritas e comentam que um dos fundamentos do Espiritismo é a evolução, onde o antigo deve ser conservado, mas é preciso ter espaço para o novo. Discorre sobre as enquetes feitas dos motivos dos jovens não frequentarem os Centros Espíritas e da Doutrina Espírita oferecer liberdade a todos e contam exemplos ouvidos no podcast EspiriCast.

Falam das festas e vivências sociais de modo geral e citam pessoas que gostam de rock pesado ou pagode, vão ao Centro, encontram um ambiente tranquilo e pessoa acaba se adaptando ao clima e começa a achar o ambiente de fora errado. Após, o trio começa a falar sobre as leituras e a importância também do conhecimento do mundo e dão o exemplo do Lente Espírita, onde o perfil e podcast aborda questões do cotidiano como machismo, racismo e homofobia.

O trio dão outros exemplos de vivência em sociedade como um pastor evangélico jovem que foi a um show de rock na Europa e falou sobre Jesus e dizem que o próprio Cristo iria a esse show porque O Mesmo vivia no mundo. E depois começam a questionar as propostas revolucionárias de Jesus, onde o ser humano ainda não está preparado para vivenciá-las.

Comentam das cobranças virem dos próprios jovens e também as bagagens trazidas de outras existências, familiares, criações e as pegadas moralistas. Também lembram a culpa, a lei de causa de efeito e de Jesus sempre mandar mecanismos para os limites serem testados.

Os três falam sobre tudo ser uma coisa só e existirem muitas formas de lidar com a Espiritualidade, o tratamento oferecido aos jovens quanto chegam a uma Igreja Evangélica comparado a quando o mesmo vai a uma Casa Espírita. Citam a importância de focar nas coisas boas e a necessidade de não colocar mais medo naqueles que estão chegando e a Casa Espírita precisar funcionar para o jovem como um amortecedor em meio a pressão das suas próprias questões como faculdade e/ou emprego.

Por fim, discorrem sobre os trabalhos nos acolhimentos fraternos dentro das Casas Espíritas, a falta de humanidade encontrada pela juventude, as funcionalidades padrões e exceções dentro dos Centros Espíritas, a importância da arte para o Espiritismo e termina com o clipe Morre o Velho do grupo Cartas de Bordeaux.

Nem preciso dizer que adorei a live e o tema como boa adoradora de assuntos fora da caixa dentro do Espiritismo, né não? Além disso, o trio possui aquele aprendizado com leveza único e que todo mundo gosta. Que venham mais lives do Depois do Centro. Extremamente necessários.

Qualquer dúvida ou sugestão é só escrever nos comentários ou enviar um e-mail para contato@hidratarvicia.com.br

Beijos! 😉

(0) Comentários
Sobre
Ooooiee! Eu sou a Juliana, mais pode me chamar de Ju. :) Nasci e moro em Porto Alegre / RS. Sou Jornalista. Amo escrever. Sou espírita e adoro um hidratante corporal. Vem conferir como é normal ser espírita....ou vice versa. :P

Você pode também gostar

Comente pelo Facebook

Deixe seu comentário