Hidratando a Alma: Filme Sete Vidas – Gabriele Muccino

27 julho 2019

Oooieeeee!

Antes um aviso: O filme possui muitos gatilhos. Se não estiver bem, passe bem longe. E também de uma conversada com o pessoal do CVV (Clique aqui). Vai ajudar horrores. Obrigada. De nada.

Dito isto! Bora lá!

Partiu hidratar a alma nesse sabadão com a indicação de filme Netflix: Sete Vidas, lançado em 2008, com direção de Gabriele Muccino e tem Will Smith como protagonista.

SINOPSE:

Ben Thomas (Will Smith) é um agente do imposto de renda que possui um segredo trágico. Por conta disso, ele é um homem que tem um grande sentimento de culpa, o que faz com que salve as vidas de completos desconhecidos. Porém, tudo muda quando ele conhece Emily Posa (Rosario Dawnson), pela primeira vez é Ben quem tem a chance de ser salvo.

No filme Will é Ben Thomas que sofre de depressão por ter causado um acidente de trânsito onde 7 pessoas morreram, inclusive a sua noiva.

Ele toma toda a culpa para si e monta um esquema para aliviar o remorso. Com isso, começa a se passar pelo seu irmão para ter acesso ao Departamento do Tesouro dos Estados Unidos e encontrar pessoas para “ajudar no seu projeto”, digamos assim.

O projeto de Ben consiste em salvar 7 vidas, entre elas Emily e um cego. Ou seja, tentando aliviar a culpa pela morte das 7 no acidente.

No meio do caminho, Ben conhece Emily. Ela possui problemas cardíacos e tem poucas chances de vida. Apaixonado, ele inclui ela nos seus planos de redenção interior.

Daí agora vem os spoilers necessários para entendimento da parte espiritual da situação:

Ao longo da vida pós-acidente ele ajudou três pessoas com transplantes, ou seja, aparentemente ele estava aliviando a sua culpa com esses gestos. Certo?

Só que a culpa continuava pesando e ele comete o suicídio mega bem planejado, tanto que os amigos já sabiam. Com isso acaba salvando a vida das outras pessoas.

Inconscientemente ele continuava se culpando. Por um descuido bobo e humano matou 7 pessoas, inclusive a noiva. Todo mundo morre e ele se salva. Por um planejamento mórbido, sem controle e ajuda, salva 7, inclusive o novo amor. Todo mundo se salva e ele morre.

Estou sem palavras. Eu passei o filme inteirinho achando lindo o quão caridoso e humano ele estava sendo. E isso já é uma forma de aliviar a culpa, minha gente!

Ninguém precisa chegar aos extremos para a consciência ficar leve. E também vem aquela velha história de provas e expiações de cada um. Ninguém sabe os motivos de uma pessoa ser cega ou ter problemas cardíacos. Se fosse pelos desígnios de Deus e da Espiritualidade e eles voltassem a enxergar ou com um novo coração, alguma pessoa desencarnaria de modo “natural” para ajudá-los. Mais não dessa forma.

Quantos indivíduos tem coragem, do nada, de doar um pulmão? Um pedaço do rim? Com médula óssea? Simples gestos assim já transformam o mundo. Não seja um mártir de si mesmo.

E algumas pessoas poderiam ter sobrevivido. Se isso não aconteceu é porque era hora delas. É complicado, ainda mais com a noiva, mais ele mesmo se apaixonou novamente. Como dizem: Vida que segue.

Eu gostei do filme num todo. Muito aprendizado. Mesmo com a aura pesada, mostra o quanto ser caridoso e ter empatia pelo próximo é importante. Principalmente para consigo mesmo.

Qualquer dúvida ou sugestão é só escrever nos comentários ou enviar um e-mail para contato@hidratarvicia.com.br

Beijos!

6 Comentários
Sobre
Ooooiee! Eu sou a Juliana, mais pode me chamar de Ju. :) Nasci e moro em Porto Alegre / RS. Sou Jornalista. Amo escrever. Sou espírita e adoro um hidratante corporal. Vem conferir como é normal ser espírita....ou vice versa. :P

Você pode também gostar

Comente pelo Facebook

Deixe seu comentário

6 Comentários

  • DalterLS
    fev 27, 2021

    O irmão, a senhora chamada Holly, a mãe com dois filhos, Emily e Ezra. Ele ajudou outras pessoas durante a história, mas essas sete foram as principais.

    • Juliana Morgensten de Souza
      fev 28, 2021

      Oi!

      Sim! Exatamente isso. 🙂

      Beijos!

  • Flôr
    ago 21, 2020

    Eu só consegui identificar 6 pessoas ajudadas por Ben…
    A sétima seria quem? Podem me ajudar?, preciso dessa informação para um debate em um grupo que faço parte

    • Juliana Morgensten de Souza
      ago 22, 2020

      Oi, Flôr! Tudo bem?

      Na minha visão, a sétima pessoa seria ele próprio. Mas cada um tem a sua interpretação, não é mesmo? Eu te recomendaria a olhar o filme novamente e ver se você chega a mesma conclusão que eu ou tem uma opinião diferente. 🙂

      Beijos!

  • Karen
    jun 26, 2020

    Este filme dá um “coiso” no peito tendendo pro positivo, assim na estreia no cinema e agora, anos depois, novamente. Melhor agora.

    • Juliana Morgensten de Souza
      jun 27, 2020

      Oi Karen!

      Né? Verdade!

      Beijos!