Hidratando a Alma: Série Medium – Glenn Gordon Caron

09 novembro 2019

Oooieeee!

Como o filme Bate Coração (ainda) não chegou em Porto Alegre, vamos hidratar a alma com um clássico: A série Medium, também conhecida como A Paranormal.

A obra foi lançada em 2005, possui 7 temporadas, teve como criador Glenn Gordon Caron e atualmente está disponível no catálogo da GloboPlay.

Patricia Arquette é a protagonista Allison DuBois, onde a mesma possui mediunidade ostensiva de vidência e sempre tem revelações através dos sonhos.

(Clique aqui para conhecer o conteúdo exclusivo no Instagram)

SINOPSE:

Allison Dubois (Patricia Arquette) trabalha no escritório da Procuradoria do Distrito de Phoenix. Seus sonhos, ocasionalmente, dão a ela pistas do paradeiro de pessoas desaparecidas, e ao tocar alguém ela acaba conseguindo ver o que se passa na alma da pessoa. Allison mescla o trabalho estressante com seu papel como esposa e mãe de três crianças, inclusive uma filha que parece estar desenvolvendo os mesmos poderes que ela.

Allison é casada e tem três filhas quando começa a trabalhar para a promotoria dos Estados Unidos ajudando a solicitar casos e mortes misteriosos.

Durante os episódios, por não ter conhecimento, Allison começa a sofrer animismos, possessões e ser “chacota” de espíritos inferiores. Em alguns capítulos ela faz coisas de outras pessoas já desencarnadas e não tem nenhum controle sobre isso e nem alguém para orientá-la de modo sério.

Seu irmão e filha também possuem forte mediunidade. Na série é tratado como se fosse uma “herança genética”, mais né? Sabemos que todos possuem mediunidade em maior ou menor grau e é até comum ter mais de um médium ostensivo na família próxima.

Medium é uma ótima oportunidade de aprender mediunidade, de vez em quando desregulada, na prática. Inclusive as partes de ninguém acreditar e chamá-la de louca.

A única coisa que faltou ao meu ver foi um pouco mais de suporte teórico para a protagonista. Mesmo depois de tanto tempo e ela sendo conhecida no meio e externamente também, ninguém a ajudou para ela ter uma base e melhorar tanto a si quanto como profissional.

E usar médiuns em casos policiais nos Estados Unidos é bem comum, viu minha gente!? Aqui que ainda temos esse pé (muito) atrás.

Qualquer dúvida ou sugestão é só escrever nos comentários ou enviar um e-mail para contato@hidratarvicia.com.br

Beijos! 😉

(0) Comentários
Sobre
Ooooiee! Eu sou a Juliana, mais pode me chamar de Ju. :) Nasci e moro em Porto Alegre / RS. Sou Jornalista. Amo escrever. Sou espírita e adoro um hidratante corporal. Vem conferir como é normal ser espírita....ou vice versa. :P

Você pode também gostar

Comente pelo Facebook

Deixe seu comentário