Às Portas da Regeneração – Juliano P. Fagundes

17 agosto 2020

Às Portas da Regeneração / Juliano P. Fagundes / 272 Páginas / Editora Eme / ☆☆☆☆☆

Oooieeeee!!!

Você piscou e tem um livro físico por aqui. Quanto tempo, não é mesmo!? 😛

E daí a Editora Eme me enviou o último lançamento deles: Às Portas da Regeneração, escrito pelo Juliano P. Fagundes.

Partiu conferir todos os detalhes na resenha.

(Clique aqui para conhecer o conteúdo exclusivo no Instagram)

RESUMO:

Adentramos o século XXI e chegamos a uma incrível constatação: nas últimas décadas temos conseguido controlar a fome, as pestes e as guerras, as três maiores calamidades da história da humanidade. É claro, esses problemas não foram ainda completamente resolvidos, mas, se antes eles eram considerados forças incompreensíveis e incontroláveis da natureza ou até a “vontade de Deus”, hoje já sabemos o que precisa ser feito para evitá-los. Mesmo o recente corona vírus, aparentemente tão devastador, ainda está longe de concorrer com as maiores pandemias da História.

Pela primeira vez na História, hoje morrem mais pessoas que comeram demais do que de menos; mais pessoas morrem de velhice do que de doenças infecciosas; e mais pessoas cometem suicídio do que a soma de todas as mortes de soldados, terroristas e criminosos.

Então vem a questão: num mundo que caminha para se tornar saudável, próspero e harmonioso, quais serão os desafios à nossa inteligência? Onde devemos focar nossos esforços para que nosso mundo evolua até a regeneração?

Às portas da regeneração traz temas atuais como humanismo, liberdade, felicidade, ciência, ecologia, tecnologia, racismo, pandemia, livre-arbítrio, obscurantismo, corrupção, família, Deus, o sentido da vida e muitos outros avaliados sob uma perspectiva histórica e espiritual para descobrirmos o que demandará nossa atenção emergencial nessa grande transição planetária que já bate às nossas portas.

Ao todo são 22 capítulos, onde o autor vai discorrendo sobre os fatos e situações que mostram como a regeneração, ou popularmente conhecida como transição planetária, está ocorrendo.

Os três primeiros capítulos abordam os finais da fome, das doenças e das guerras. No quarto, é falado sobre o encontro de civilizações. Depois aborda a liberdade com responsabilidade, a distorção do humanismo, a máxima defesa da vida, felicidade a todo custo, a ciência em xeque e a prova do livre arbítrio.

Já o décimo primeiro capítulo comenta sobre o arrastamento tecnológico e depois parte para o novo racismo, ecologia materialista, o obscurantismo, um ensaio sobre a corrupção, a dificuldade da transformação interior, os futuros da educação, da família, das religiões e de Deus, a busca pelo sentido e os bem-aventurados.

Em todos os momentos, o autor vai narrando os fatos com um embasamento bibliográfico riquíssimo tanto espiritual quanto científico e cotidiano.

O livro é tão atual e gente como a gente que já está comentando o Covid-19 e sobre as outras pandemias já ocorridas ao longo dos tempos.

Além disso, quer leitura mais atual que abordar Friends, likes e o quanto os pais deixaram de vacinar seus filhos pelo movimento anti-vacina? Pois então!

O texto é de fácil entendimento e a leitura é fluída, necessitando parar um pouco para reflexão de alguns fatos mostrados pelo autor.

Teoricamente é um livro independente, porém, Juliano dá a entender ser uma continuação do seu livro anterior denominado Causas e Origem de Nossos Males. Eu não li a primeira obra e isso não afetou em nada o andamento da leitura. Então! Está tudo certo. 🙂

Foi meu primeiro contato com a escrita do Juliano e gostei bastante. Espero ler outros livros dele em breve.

Onde Achar:

Loja Virtual da EditoraUsando o cupom JUMOR10 você ganha 10% desconto na compra desse e de qualquer outro livro no site.

Qualquer dúvida ou sugestão é só escrever nos comentários ou enviar um e-mail para contato@hidratarvicia.com.br

Beijos! 🙂

(0) Comentários
Sobre
Ooooiee! Eu sou a Juliana, mais pode me chamar de Ju. :) Nasci e moro em Porto Alegre / RS. Sou Jornalista. Amo escrever. Sou espírita e adoro um hidratante corporal. Vem conferir como é normal ser espírita....ou vice versa. :P

Você pode também gostar

Comente pelo Facebook

Deixe seu comentário