Hidratando a Alma: Série Em Nome De Deus – Pedro Bial

18 julho 2020

Ooooieeeee!!!

Partiu hidratar a alma nesse sabadão com a série documental espiritualista Em Nome de Deus, lançada em 2020, com direção de Pedro Bial e está disponível no catálogo da Globo Play.

Antes de tudo: Tem muitos gatilhos. Se você estiver sensível, foi vítima dele ou sofreu abusos, não assista nem leia a resenha. Obrigada. De nada.

(Clique aqui para conhecer o conteúdo exclusivo no Instagram)

SINOPSE:

A série documental acompanha a história do médium João de Deus desde sua infância em Itapaci, em Goiás, até sua prisão por crimes sexuais. É revelada a vida paralela de um dos curandeiros mais populares do país, que oferecia tratamento espiritual a centenas de mulheres e se aproveitava das consultas para abusar sexualmente delas. A produção traz, como ponto de partida, as investigações que levaram às primeiras denúncias feitas em 2018, durante o programa Conversa com Bial. A partir de relatos exclusivos das vítimas, o documentário reconstitui o trabalho dos investigadores tanto no Brasil quanto no exterior, expondo a ampla rede de proteção de João de Deus e outras atrocidades cometidas por ele fora de sua instituição.

A obra conta a história do médium João de Deus desde o seu nascimento até ser liberto por causa da pandemia.

Durante toda a narrativa são mostrados os dois médiuns que apareceram: Um do começo, humilde, mostrando ter conhecimento doutrinário e espiritual mesmo sem ter estudado a fundo e o outro que começou a usar da fama para abusar das mulheres, ganhar dinheiro em cima da sua mediunidade e perder totalmente o rumo.

É falado sobre a sua infância, o desdobramento da sua mediunidade, como início seu trabalho de cura dizendo incorporar o Dr, Fritz e quando passou de João Teixeira para João de Deus.

O documentário também discorre sobre a descoberta dos abusos, entrevistas com jornalistas que fizeram e investigação, entre eles o próprio Pedro Bial e as mulheres abusadas, sendo uma delas a esposa do ex-cineasta Fábio Barreto.

Entre as histórias, a que mais me chocou foi a de uma mulher abusada na frente do pai, onde o mesmo estava de olhos fechados a pedidos do médium. Tenebroso demais!

Para quem é médium, principalmente de cura, é uma aula do que não fazer e o ponto que chega a vaidade e o descontrole mediúnico. Ao contrário do que imaginei, ele sabia de todas as situações e isso é confirmado pelo depoimento de uma abusada, onde ela conta sobre ele ter chorado depois de ter sido exposto por ela.

A série é megamente atual e foi brilhantemente dirigido pelo Bial. Para quem é médium, da Doutrina ou espiritualista, é chocante demais acompanhar todas as situações e uma tristeza por ele não ter buscado auxílio para seguir ajudando o próximo.

Qualquer dúvida ou sugestão é só escrever nos comentários ou enviar um e-mail para contato@hidratarvicia.com.br

Beijos! 😉

(0) Comentários
Sobre
Ooooiee! Eu sou a Juliana, mais pode me chamar de Ju. :) Nasci e moro em Porto Alegre / RS. Sou Jornalista. Amo escrever. Sou espírita e adoro um hidratante corporal. Vem conferir como é normal ser espírita....ou vice versa. :P

Você pode também gostar

Comente pelo Facebook

Deixe seu comentário